MOSAICO

Project Description

Mosaico
para orquestra de câmara: *2*2*22 – 2200 – timp. – 1 perc.[opc.] – cordas

  • data de composição: 2017/rev. 2018
  • duração: ca. 11 min.
  • info pormenorizada sobre instrumentação:
    2fl. (2+flautim) / 2ob. (2+corne-inglês) / 2cl. (2+cl.-bx.º) / 2fg. / 2tpa. / 2trpt. / timp. [+ 2 triângulos suspensos ad libitum: 1. pequeno (agudo) | 2. grande (grave)] / 1 perc. [optional]: chicote [talas]; 2 pratos suspensos [grande/médio]; pratos a2; sizzle cymbal; floor-drum [sem bordões]; caixa de rufo; wood block [medium]; temple block [medium]; pandeireta; güiro; triângulo suspenso [pequeno (agudo)] / cordas (min.: 6.5.4.3.2 | max.: 8.8.6.6.4)
  • estreia: 17/Novembro/2017 | Grande Auditório do Conservatório de Música de Coimbra | Orquestra Clássica do Centro / dir. José Eduardo Gomes
  • obra galardoada com o 1.º Prémio de Composição Francisco Martins da Orquestra Clássica do Centro (2017)

MOSAICO (ou ARTE MUSIVA) é uma técnica de arte decorativa milenar, caracterizada por um embutido de pequenas peças coloridas (tesselas), mais comummente pedras, mas também existente em outros materiais como vidro, conchas, e até plástico ou missangas. O objectivo dos mosaicos é preencher artisticamente planos como pavimentos, paredes e mesmo tectos, frequentemente com representações figurativas, sejam pessoas, paisagens ou composições geométricas. A típica calçada portuguesa bi-cromática (pedras pretas/brancas) representa uma variante muito particular desta arte musiva, decorando grandes espaços urbanos com motivos tradicionalmente geométricos.

O termo Mosaico, apesar de ter origem etimológica obscura, derivará muito provavelmente do grego mousaikón, que significa «pertinente às Musas», portanto, «artístico». As Musas eram as divindades inspiradoras das artes e ciências na mitologia grega antiga (por exemplo, Euterpe para a música, Caliope para a poesia, Urania para a astronomia, etc.), e acredita-se que aquele mesmo vocábulo possa também ter dado origem à palavra «música».

Na presente obra, a ideia de Mosaico serve de metáfora para a construção de uma forma musical ampla (um andamento único contínuo), que deriva da conjugação de múltiplos pequenos fragmentos/motivos temáticos (correspondentes, também metaforicamente, às «tesselas» mencionadas acima). Organizada numa sucessão de secções distintas, mas complementares, a interligação das partes é garantida pela técnica da modulação métrica, que assim funciona como pivot estrutural da obra. Do ponto de vista do discurso musical, não só horizontalmente (melodicamente) como também verticalmente (harmonicamente), todo ele é delineado com base na organização geométrica das relações intervalares, essencialmente segundas menores (meios-tons) e segundas aumentadas (ou terceiras menores). No entanto, esta abordagem criativa não é assumida de forma restritiva, e outros processos composicionais são integrados harmoniosamente no discurso, concretizando, espera-se, um objecto artístico diversificado, mas coerente.

(Setembro/2017)


buy sheet music / rental materials:
http://www.editions-ava.com/store/composer/122/

multimédia:

Leave a Reply