METAMORPHOSES

Project Description

Metamorphoses
… homage à M. C. Escher
para orquestra de câmara: *2*2*2*2-2200-timp.+1perc.-cordas (min. 6.5.4.4.2 | max. 12.10.8.6.4)

  • data de composição: 2009/rev. 2010
  • duração: ca. 11 min.
  • info pormenorizada sobre instrumentação:
    2fl. (2+picc.)/ 2ob. (2+eng.-horn)/ 2cl. (2+bass-cl.)/ 2fg. (2+contra-fg.)/ 2trpa./ 2trpt./ timp./ perc.(1): 3 pratos susp. [large/medium/small]; sizzle cymbal; 2 triângulos [small/big]; pandeireta [grande]; bongó muito agudo; wind chimes [mark-tree]; glockenspiel; vibrafone/
    cordas (min.: 6 vl.I / 5 vl.II / 4 vla. / 4 vlc. / 2 cb. | max.: 12 vl.I / 10 vl.II / 8 vla. / 6 vlc. / 4 cb.)
  • estreia: 24/Julho/2009 | Auditório Municipal da Póvoa de Varzim | Orquestra Sinfónica da Póvoa de Varzim/ dir. Pedro Amaral
  • obra galardoada com o 2.º Prémio no 4.º Concurso Internacional de Composição da Póvoa de Varzim (2009)

O mundo fantástico das gravuras do holandês Maurits Cornelius Escher (1898-1972) sempre me fascinou. A imaginação, mas ao mesmo tempo o rigor com que são construídas as suas “metamorfoses” é admirável, e ao mesmo tempo intrigante, sendo o apogeu desse seu estilo a fantástica sequência «Metamorphosis II», um mural que decora a estação central dos correios de Haia, na Holanda. Essa clareza de “discurso” decorrente de um perfeccionismo técnico apuradíssimo, sempre me pareceu adaptável à música, que neste caso seria, em meu entender, através da técnica de variação contínua. Foi o que entendi experimentar em «Metamorphoses» para orquestra de câmara. Esta obra está dividida em cerca de 15 secções, todas elas se interligando entre si através de motivos melódicos, rítmicos e/ou harmónicos comuns, e que constituem o germe de construção de toda obra. O princípio fundamental aqui é a continuidade, a variação o processo, mas o objectivo último da minha música é sempre comunicar com o público, tal como Escher comunicava através das suas gravuras.

(Maio/2009)


comprar partitura / alugar materiais:

http://www.editions-ava.com/store/work/808/

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.