HORNPHONY

Project Description

Hornphony
para quarteto de trompas (4 trompas em fá)

  • data de composição: 2000-2002/rev.2010
  • duração: ca. 13 min. (6+2+5)
  • dedicatória: «para o Bernardo Silva e os seus colegas do quarteto Trompas Lusas»
  • andamentos:
    I – Intrada
    II – Fanfara
    III – Epilogue
  • estreia: 17/10/2010 | Auditório de Espinho | Quarteto Trompas Lusas (J. Bernardo Silva, Bruno Rafael, Nuno Costa e Hugo Sousa)

Hornphony foi escrita a pedido do Bernardo Silva para ser estreada pelo seu quarteto Trompas Lusas no «1º Encontro de Trompas Lusas» de Espinho, em Outubro de 2010. Parte de uns quantos rascunhos que tinha guardados há já uns anos, e que utilizei e desenvolvi para esta nova obra, se bem que exista também uma considerável quantidade de material novo (por exemplo todo o primeiro andamento, Intrada). Tentei aqui, além obviamente de trabalhar o conteúdo puramente musical, colocar em evidência as principais características da(s) trompa(s), pelo que é feito um uso intensivo de efeitos como o bouché, o cuivré, a surdina ou a criação de massas sonoros em bloco do estilo fanfarra/coral, as campanas in alto, além das amplas frases musicais, para mim tão psicologicamente ligadas ao timbre grandioso da trompa. A forma externa é uma espécie de tríptico lento-rápido-lento, em que os andamentos exteriores (Intrada e Epilogue) são essencialmente lentos e relativamente longos, permitindo largos momentos reflexivos, ao passo que o andamento central (Fanfara) é muito rápido e breve, apesar de bastante rico em termos de material musical. O último andamento acaba também por fazer uma súmula de todaa obra, ao ser ele próprio uma forma ternária ABA’ (lento-rápido-lento), concluindo com uma coda de carácter meditativo, e um derradeiro “chamamento” algo surreal na 1ª trompa, que toca em meias-válvulas. Finalmente o título, Hornphony, é uma aglutinação entre os termos ingleses horn (trompa) e symphony (sinfonia). O uso do primeiro é óbvio, o segundo, symphony (sinfonia), é aqui usado no seu sentido etimológico, significando «tocar em conjunto». Assim Hornphony pode ser traduzido como “trompas tocando em conjunto”.

(Outubro/2010)


 

comprar partituras:

http://www.editions-ava.com/pt/store/work/832

ouvir [excerto: I-Intrada]:

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.